* EVOLUÇÃO ELEMENTAL * CORPO ELEMENTAL * MAGIA ELEMENTAL * DEVAS *

 

Elementais

 

Elementais, uma palavra derivada de elemento, nome dado pelos antigos à terra, ar, água e fogo, que formam os quatro elementos da vida, portanto, elementais é o adjetivo colocado a todos os seres que individualmente são responsáveis pelo elemento.

 

Por interferência Divina, em beneficio de todos os seres de Luz que trabalham de forma a unificar os universos em nome do Amor Divino; O Criador concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução.

Estes três Reinos são: Elemental, Angélico e Humano.

 

Elementais são os dinamizadores das energias das formas na Natureza. Integram-se aos Elementos: Terra, Água, Fogo e Ar, da seguinte forma:  

 

         Terra: Gnomos, Duendes, Fadas, Elfos.

         Água: Ondinas, Sereias e Ninfas.

         Fogo: Salamandras.

         Ar: Silfos e Hamadríades.  

FLASH NECESSITA ATUALIZAÇÃO

 

São a manifestação de seres que brilham ou se auto-iluminam, são formas de vida completamente diferentes do que conhecemos.   Vivem em nosso mundo, como se estivessem em uma dimensão paralela, por isso não podem ser vistos ou percebidos de forma fácil, a não ser que eles mesmos desejem serem vistos ou percebidos.

 

Os seres de luz vivem em uma dimensão etérica que é relativa ao fogo e a memória, por isto são seres de luz, seres celestes, seres leves e rápidos. Seres que servem a vontade Divina. Servem e obedecem por amor a Deus.

Os seres sem luz, vivem no plano astral, pesados, lentos, relativo a água e as emoções e desejos. Seres que não servem a vontade Divina. Servem e obedecem a falsa hierarquia do mal, por medo e ódio.

 

Todos os elementais tem características próprias assim como modo de vida, podem com seus poderes terem uma função muito grande e favorável a humanidade.

 

A própria criação da terra se liga a origem mística dos elementais.  Nos primeiros tempos, quando os gases pesados circulavam em torno de nosso planeta, foram solidificados pelos elementais da  água, surgindo os continentes;  surgindo os continentes, neles surgiram os elementais da terra, que como função básica, a semearam   surgindo assim toda vegetação existente, e também criaram os minerais.

Unindo-se ao movimento cíclico da terra, o movimento dos elementais, surgiu a vida, como conhecemos em nossa real dimensão.

 

A união Homem-Deva, traria benefícios a humanidade, pois haveria uma troca de experiências entre ambos. Sendo que o homem teria sua sensibilidade e nível de percepção bem mais aguçados.

Os elementais, também segundo estudos, não simplesmente morrem, e sim  renovam o seu grau de aprendizado e funções, sempre elevando-se mudando assim seu ciclo de vida.

Quem mais se aprofundou no estudo dos elementais, foi  Teophrastus Bomabstus, conhecido também como Paracelso, nascido na Suíça em  1493 e falecido em 1541,   Paracelso que era médico e químico, era também crítico do Papa Lutero, que começou a persegui-lo, mesmo com Paracelso pregando a bíblia, já que também era um grande teólogo.  Com suas pesquisas, ele enveredou pelos caminhos da alquimia, e astrologia.  Ele acreditava que o homem tinha auto suficiência, que o homem tinha o poder da auto cura.  E no meio de suas pesquisas, ele dividiu os elementais em:

 

Elementais da Terra: Gnomos, aos quais depois uniram-se os Duendes -  Os gnomos ficaram como senhores do reino mineral e os duendes responsáveis pelo reino vegetal.

 

O Elemento TERRA dirigido por VIRGO E PELLEUR.

Anões e Gnomos são os Seres ELEMENTAIS subordinados ao elemento terra.

EU SOU VIRGO, o espirito da terra, por muitos chamada carinhosamente de "Mãe Terra". Meu complemento divino PELLEUR e eu ajudamos a criar o planeta Terra, porém naquele tempo, sua substancia era cristalina, limpa e reluzente. Após a chegada das almas dos retardatários de outras estrelas, e energia vibratória dos humanos diminuiu muito, seus corpos tornaram-se mais densos e a exalação dos corpos físicos começou a se formar o que se poderia chamar de "adubo". Com isso aconteceram em todos os reinos rebeliões e insatisfação contra os ambiciosos humanos, que aceitavam como natural e evidente o corpo da Terra, suas riquezas, as montanhas, as colheitas dos abnegados trabalhadores do Reino da Natureza.
Os seres humanos respondiam somente com desinteresse e excrementos em troca das livres dádivas das colheitas, das pedras preciosas aos seus pés, onde construíam casas, igrejas e centros de diversões.

O domicílio dos gnomos são as matas fechadas, rochas e margens das lagoas. Como seus corpos são feitos de substância etérea fina, conseguem atravessar os corpos sólidos como nós atravessamos o ar.
Geralmente possuem suas moradias dentro da terra, próximo à superfície. Acompanham a vida familiar com muito interesse, embora para nós, sejam invisíveis.
Cuidam das flores e plantas, árvores e arbustos com muito amor e alegram-se vendo cada flor que desabrocha. São atraídos por pessoas amáveis e dóceis. Brigas, desordem e desarmonia são para eles um suplício.
Seu tamanho varia entre 40 e 100 cm, sua aparência assemelha-se a dos humanos.

Muitos dos gnomos, devido a imitar os humanos, tornaram-se distorcidos e de aspecto desagradável. Tornaram-se malignos e tramam ciladas contra os humanos
Toda atividade vulcânica, tanto no passado como agora, é um sinal de rebelião dos seres da terra e do fogo. No entanto, a princípio, vieram cheios de amor e simpatia...

Refleti sobre o que a terra teve que agüentar durante eras, devido à consciência destruidora e a atividade de seus habitantes. Os corpos em decomposição foram enterrados na terra durante séculos e os gnomos tinham a desagradável tarefa de dissolver estes corpos.

Os dirigentes das matas reconhecem quem se aproxima com amor ou interesse egoístico através de sua vibração

Quando escutardes o farfalhar das folhas das arvores, os alegres saltos das águas, quando preparardes vosso alimento e as flores vos alegrarem com sua beleza, quando usufruirdes da água cristalina e ar puro, pensai nos seres que trabalharam para isso e enviai-lhes vosso amor e gratidão.

 

 

 

Elementais do Fogo: Salamandras, reinam no fogo.

 

O ELEMENTO FOGO dirigido pelos Grandes Seres HÉLIOS E VESTA, nossos Pais Solares.

As salamandras são seres que servem ao elemento fogo. Algumas são de muitos metros de altura enquanto outras como a cabeça de uma alfinete. Servem para dissolver as impurezas criadas pela humanidade através do uso destrutivo das energias criadoras do pensamento e sentimento, bem como ações e palavras faladas. Também é um purificador do elemento água. (que forma nosso corpo sentimental), alem dar luz e calor.
 

 

 

Elementais da Água: Ondinas, as quais depois uniram-se as Sereias,  e as Ninfas   -  As ondinas ficaram com os riachos, fontes, no orvalho das folhas, sobre as águas e nos musgos.  Sereias, com as águas dos mares e as ninfas, que seriam   ondinas menores, encontram-se  em tal estado de suavidade e leveza, que parecem levitar sobre as águas..

 

O ELEMENTO ÁGUA dirigido por NEPTUNO e LUNARA.

As náiades, também chamadas ninfas da água ou ondinas, são a personificação das forças elementais da água e nela permanecem constantemente. Sua preferência é o mar aberto.
Nos lugares onde existem águas mortas elas não permanecem, já que são o elementos vivificante da água e produzem uma tensão positiva na mesma. Rios poluídos são abandonados por elas.

Podem modificar sua forma rapidamente e variam no tamanho e cor, passando do marrom avermelhado ao azul esverdeado.

A água forma a maior parte de vosso planeta e corpo físico, como também o vosso corpo sentimental.

Os grandes mares tiveram, em todos os tempos, a incumbência de purificar as terras que submergiam, preparando-as para as raças futuras...Isso, no entanto pode ser diferente, se o mal puder ser raparado de uma maneira menos dolorosa. Pensai nisso...

Cada sentimento negativo que mantendes por algum tempo, de acordo com a Lei semelhante atrai semelhante, atrairá sentimentos semelhantes que flutuam na atmosfera. Ambos são atraídos de volta e se ligam aos campos de força em volta dos elétrons do corpo físico, mental e sentimental, dando sentimento de peso, desânimo e depressão, alem de manifestar todo tipo de discórdia, seja na saúde, nas finanças, relacionamentos e evolução espiritual.

Mestre Saint Germain sugeriu que antes de dormir devereis chamar a ação da Chama Violeta, em vós, em torno de vós e através de vós, no mínimo 3 metros em cada direção. Elevai vossas mãos abertas à vossa Presença EU SOU pedindo a ela e a Saint Germain que as encha com a Força Purificadora e Transmutadora da Chama.
Depois, começando pela cabeça, deveis deslizar vossas mãos pelo corpo todo até aos pés, com a mão esquerda, deslizar pelo ombro, braço e mão direitos e vice-versa. Repeti esse ritual 3 vezes, sacudindo as mãos e entregando todas as impurezas ao Fogo Violeta.

Conseguireis desta forma eliminar as substâncias perturbadoras ali acumuladas.

Saint Germain diz: "Se pudésseis ver com a visão interna o que acontece na primeira parte do exercício perceberíeis como uma substância escura, aderente ao vosso corpo como uma vestimenta justa, é retirada com as vossas mãos. Quando o fizer pela segunda vez, a substância já será cinzenta e na terceira será de um cinza claro. Se continuardes esse exercício, noite após noite, a substância astral tornar-se-á cada vez mais clara, até desaparecer totalmente de vosso corpo."

É uma substância real, meus amigos, de cor real, vibração e sentimento.
Quando esta energia tiver sido afastada, sentireis um grande alivio, livrando-vos de qualquer sentimento negativo, se não a atraíres novamente, por estardes acostumados com ela.
Também podereis encher os espaços liberados com sentimentos como esperança, paz, pureza e Luz. Essa Luz poderá ser qualificada com o que quer que se necessite.

Controlai rigorosamente vossos sentimentos e pensamentos!

Essa substância é um vampiro, porque só vive e se alimenta de sentimentos e pensamentos de pessoas que estão dispostas a alimentá-las com sua energia negativa. Se a atenção dos alunos não se detivesse em brigas e desarmonias, e seus pensamentos ficassem ancorados na perfeição, não iria demorar muito para que o Reino de Deus se manifestasse na terra...

Não permitais que vosso sentimento amplie a desarmonia na terra e na humanidade, que muitas vezes não sabe o que acontece, quando sentem desanimo, depressão, raiva, sem motivo aparente.

 

Elementais do Ar:    Silfos, os quais depois uniram-se as Hamadriádes e as Fadas  - silfos, reinam no ar, nos ventos, assemelhando-se aos anjos. Tem a sensibilidade muita acentuada, e modelam as nuvens com suas brincadeiras já as fadas,  ligadas a terra e ao ar, brilham luminosamente com um tom branco. São alegres e joviais  e minuciosas, sendo que também podem desenvolver aspectos terrivelmente negativos, como reprovação as maldades humanas.

 

O ELEMENTO AR guardado por THOR e ÁRIES.

Os seres elementais do ar são chamados Elfos ou Sílfides. A matéria de seu corpo é mais sutil e luminosa que a dos outros seres da Natureza. Servem ininterruptamente para manter a atmosfera terrestre limpa, para que a humanidade possa viver nela.

Estes seres graciosos pertencem a uma categoria mais elevada que a dos gnomos e as ondinas. Os traços de seus rostos são de uma intensa beleza. Quanto mais elevada sua evolução, mais encantador seu aspecto.

Tratam das flores e plantas, dos gnomos o do reino animal dirigindo vibrações etérico-elétricas cheia de pulsante e vibrante vida.

As crianças são por eles tratadas com cuidado materno e ternura e acompanham as pessoas de sentimento aprimorado às vezes por toda a vida. Dedicam-se de preferência as coisas que servem para o bem geral. Vivem em paz entre si, são cheios de harmonia e bem-aventurança e sentem-se mais atraídos por pessoas iluminadas.

O ar contém muitas substancias espirituais, que não são usadas pelos humanos, inala-se e exala-se de maneira superficial e automaticamente, sem consciência, o suficiente para manter a vida do corpo, mas não para animá-lo e alimentá-lo espiritualmente. Deve-se praticar a respiração rítmica e profunda, consciente do prana contido no ar, para conseguir a sublimação e fortalecimento dos corpos inferiores.

Ainda estais desconhecendo esta força poderosa, não tocastes nem a sua orla e não imaginais o vosso próprio poder de extrair do ar a alimentação, estímulo espiritual, a eterna juventude e beleza, flexibilidade e fogo, tornando o corpo físico um sutil portador de Luz!

Através da discórdia e desarmonia perturbastes o ritmo dos corpos internos e de vossa forma física. Por isso sofreis de certos distúrbios que se tornam uma carga bastante pesada.

 

*****************

 

Duendes e Gnomos,  suas divisões e características:

 

MORAG  =   o mais sensível de todos - harmoniza os sentimentos dos homens, faz sumir o egoísmo e a indiferença, faz surgir o amor  e age também  como cupido, atraindo o amor de quem se deseja.

 

GNOA = Gnomida da criatividade - ligada as artes e todo tipo de criação, favorece o raciocínio abstrato e é muito intuitiva, muito ligada aos artistas e suas obras.

 

MAGNODUM = Duende da Magia - grande cientista e esotérico, desperta uma nova consciência nos homens por seus conhecimentos ocultistas e experiências passadas.

 

GOBE = Gnomo da sabedoria -Poder do conhecimento cultural, das palavras e da  essência do mundo real.  É conselheiro, prestativo e adepto dos ambientes seguros e serenos, atua com humildade, favorece a quem precisa tomar constantes decisões.

 

TENDE   = Duende da Sorte  - Propicia boa sorte, fazendo o homem inesperadamente enriquecer, compreende os imprevistos da natureza, favorecendo momentos de felicidade.

 

SAGMO  =  é o gnomo que mais age em influencia com o homem. Adquiri personalidade daqueles que o rodeiam com gestos e expressões parecidos. Propicia alto nível de sensibilidade, é o mais fácil a ser perceptível pelo ser humano.

 

DUNAZ   =    Duende da natureza  - devemos invoca-lo quando desejamos plantar e semear. Conhece todos os mistérios das plantas e do reino vegetal.

 

MIGSA    =    Professora Migsa, Gnomiga, conhecedora dos poderes ocultos e da magia, atrai a todos com seus truques e sabedoria.   Ajuda-nos a resolver problemas e dúvidas diárias, faz o homem reconhecer seus defeitos e potenciais. e

 

MOVEG  =    o Duende dos vegetais  - conhece a evolução da terra e da vida, atrai harmonia e ajuda a superar as dificuldades diárias. Moveg auxilia nos plantios das idéias e planejamentos.

 

DULEI     =    O duende da Alegria  - Risonho e alegre traz otimismo e temperança - Atrai bons fluídos, faz o homem tirar proveito de suas possibilidades.

 

DUNDO  =    O duende da União  - Traz para o ambiente a amizade e a solidariedade, propicia confiança mutua a todos que toca e rege. É o duende que se torna mais facilmente amigo dos homens, espanta os inimigos se ele estiver presente.

 

********************

 

Como utilizar estes seres se eles vivem em outra dimensão? como se comunicar ? como falar com quem não vemos ? o que fazer para poder vê-los ? inúmeras são as perguntas e inúmeras são as respostas. Dimensão é uma palavra que significa tamanho, extensão, ou espaço. Como cada espaço deste, é repleto ou preenchido por energia Divina vibrando e de forma diferente, chamaremos cada espaço ou dimensão de plano.

A ciência moderna sofre um grande enigma quanto a investigação da origem da matéria densa. Todo objeto de matéria densa, quando visto aos olhos de microscópios eletrônicos, revela-se feito de varias cargas elétricas e partículas em constante movimento. De alguma maneira, estas cargas elétricas, em constante movimentação, criam a aparência da forma física. Nós podemos tocar a matéria de uma pedra, de uma cadeira, ou de um ser humano, mas se visualizarmos qualquer um destes materiais, sob o auxilio de um poderoso microscópio, veremos que o físico esta dissolvido em um mar de pequenos impulsos elétricos.

Como estas forças elétricas se organizam para produzir a forma, é o que ainda é um mistério para a ciência moderna.

É claro que existe uma força que faz a ponte para que estas forças elétricas se organizem a ponto de formar a forma física. Esta força é a hierarquia cósmica dos seres de luz. Sem estes seres cósmicos de luz, não haveria a forma organizada e inteligente que conhecemos. Toda a forma é a mistura da relação entre os seres cósmicos e os seres atômicos. Os seres de luz, são os responsáveis diretos por esta organização atômica. Estes seres são o instrumento pelo qual conseguimos organizar a matéria atômica em formatos diferentes. O crescimento de uma planta, por exemplo, necessita da interferência dos seres de luz para poderem se transformar. A pedra para se transformar em diamante também tem a interferência destes seres. Tudo o que se transforma, até mesmo a desintegração de um alimento ao sol, ou o envelhecimento do ser humano, recebe interferência direta dos seres de luz. Os seres sem luz, também têm este poder, porém, não tem a organização e perfeição que tem os seres de luz.

A hierarquia cósmica é similar a hierarquia atômica. Os seres cósmicos de luz se manifestam pela primeira vez na Ordem dos Elohim, na forma de elementais do fogo, do ar, da água, e da terra. São eles :

Do fogo, as Salamandras que guardam os mistérios e segredos do elemento fogo, que correspondem ao plano ou corpo etérico. Precisamente a que ponto o fogo físico, indefinido e difícil de controlar, se transforma em fogo sagrado do plano etérico, é ensinado pelo espírito santo de Deus, observado pelo coração sagrado dos santos, levemente tocado por cientistas nucleares, mas firmemente seguro nas mãos das Salamandras.

Do ar, os Sílfides que servem o domínio dos céus, da purificação do ar, e do sistema de pressão do ar. Isto tudo é percebido nas mudanças alquímicas do tempo e ciclos de fotossíntese e precipitação. Estes elementais do ar, são mestres, que expandem e contraem seus corpos de ar de níveis microcósmicos à macrocósmicos. Sempre mantendo a chama para o reino da mente, que corresponde ao plano ou corpo do ar.

Da água, as Ondinas que fazem um trabalho sério com os oceanos, rios, lagos e pingos de chuva, que fazem sua parte na reformação do corpo físico da terra e do ser humano. As Ondinas governam os ciclos da fertilidade e do elemento ou corpo da água.

Da terra, os Gnomos que servem no plano físico, bem atrás do véu ou espectro da visão comum, sendo possível vê-los com o rabo dos olhos, e pensar que tem certeza de ter visto algo. Os Gnomos governam e preservam o corpo da terra ou físico, mantêm o equilíbrio das forças naturais do planeta e vêem que todas as necessidades diárias de todos os seres vivos sejam atendidas. É o Gnomo que faz com que um animal que esta com sede no deserto caminhe em direção à água que procura, mesmo que morra na busca, o animal sempre esta na direção certa. O animal que esta com sede só pensa na água. "Eu quero água, eu quero água, eu quero água, eu quero água, eu quero água....." ele não questiona se esta em um deserto ou não, sendo assim levado pelo gnomo para a água. O homem é que questiona tanto que acaba por ir na direção oposta, levado por seres sem luz que vem para sugar toda a sua energia.

Após a educação e vivência, como elementais do fogo, do ar, da água e da terra, os seres de luz, assim como os seres atômicos, tem uma evolução natural de sua consciência, evoluem para seres angelicais, onde poderão continuar seu crescimento na hierarquia cósmica.

Na escalada da evolução, esses seres partem dos pequenos elementais da terra seguindo até os dirigentes de grandes extensões e compreensão, chamados Devas e Elohim. Estes já desenvolvem seu trabalho de criação dos universos junto a Hierarquia Espiritual.

A história nos conta sobre esses seres, desde a mais remota antiguidade. E, os antepassados de toda a humanidade legaram inúmeros relatos a respeito dos mesmos.

No início, nos primórdios da humanidade, os seres da natureza, encarregados de cada elementos, cuidaram para que tudo fosse feito com exatidão e ordem:

         a)- A terra ainda numa massa de gases de matéria incandescente radioativa, coube aos elementais do fogo executarem seu trabalho;

         b)- Na época dos grandes ventos, os elementais do ar, zelaram pela evolução desses gases de modo a tornar o ambiente apto a receber formas de vida:

         c)- Quando esses gases se precipitaram sobre a água, os elementais da água modificaram o aspecto denso desse líquido;

         d)- Então, iniciou-se a solidificação, surgindo aos poucos os continentes que foram fertilizados pelos elementais da terra.

Como vemos, a criação representa um todo inseparável, formando uma corrente cujos elos não podem ser rompidos, se não quisermos provocar uma catástrofe de caráter irremediável.

 

A invisibilidade desses seres

Os materialistas, não acreditam na existência dos Seres da Natureza alegando não serem visíveis.

A invisibilidades desses seres é explicada pelo fato de serem formas etéricas, habitante de planos energético com múltiplas graduações não perceptíveis aos olhos humanos.

As ações resultantes do seu trabalho, sim, são visíveis. Como exemplo, podemos citar a Comunidade de Findhorn (Escócia). Num local totalmente impróprio para a agricultura, fizeram surgir, com sua orientação, flores, verduras, árvores frutíferas etc.

Na ocasião (1962), este fato chamou atenção das autoridades governamentais do país, que mandaram examinar o local. Nos exames for constatada ausência de qualquer ingrediente químico e que a terra havia sido enriquecida de forma natural e inteligente.

Participemos junto aos Elementais na evolução do Planeta Terra. Assim teremos efetuado nosso papel como co-criadores universais.

 

       AOS DEVAS DA MÚSICA

 

         Salve, Devas da Música!

         Vinte de nosso auxílio.

         Cantai-nos Vossas canções de alegria,

         enchei-nos de Vossa Divina Harmonia.

         Despertai-nos, para que escutemos Vossa voz.

         Afinai nossos ouvidos para Vosso canto,

         animai nossa música terrena com Vossa Luz.

         Participai conosco dos trabalhos da Terra,

         para que os homens ouçam as melodias que

cantais, além dos reinos do espaço e do tempo!

 

 

Na teoria dos elementais, cada um tem seus próprios hábitos, seus trajes, suas formas e vibrações, cada um canalizando-a para diferentes funções.

De acordo com a tradição DEVA, do sânscrito, os elementais são seres iluminados, mas as histórias populares os comparam com pequenos seres, menores até mesmo que anões, é dito que um duende poderia chegar até ao máximo de 30 cm de altura. Na realidade são feitos de pura energia.

Conta-se...

Que a Fada do Amor resolveu melhorar o mundo em que vivemos. Resolveu vir a Terra. Querendo ajudar como voluntária, se apresentou a Fada da Esperança. Para o caminho ficar iluminado, foi convidada a Fada da Luz. Mas, quando as três quiseram atravessar a atmosfera terrestre, tiveram dificuldades. Muita escuridão havia se espalhado no planeta.

Elas, então entenderam que, para atravessar a atmosfera terrestre, na frente, deveria vir a Fada da Luz. Assim foi. Depois, juntas, vieram as Fadas do Amor e da Esperança. Enquanto desciam, viram uns lindos jardins, totalmente iluminados pela Lua.

Ainda não sabiam como agir. Ficaram reunidas procurando uma maneira, até que o dia amanheceu. Muitas idéias, nenhuma direção. Até que... Um Anjo que a tudo assistia, resolveu ajudar, e disse:

“Uma certeza todos tem: a maior escuridão reside no coração dos homens. Então, siga na frente, a partir de agora, a Fada do Amor. Se ela despertar o Amor em todos os corações, teremos a solução. Amando o homem se ilumina. Iluminando, se enche de esperança. Com a esperança ele descobre todos os sentimentos nobres, se equilibra, encontra harmonia, se torna feliz. Então, ele passará a convidar a todos, os que vivem na Terra, para serem felizes”.

E as Fadas andam pelo mundo. Fique pronto para ser tocado pelo Amor. Faça mais, ajude as Fadas, veja Amor em tudo que o cerca. Pegue uma semente e plante. O Amor cresce rápido, se multiplica mais rápido ainda. É só amar e deixar sair esse Amor. Ajude as Fadas, ajude o mundo a ser melhor. Tudo depende de nós, os homens. Da maneira de pensar e agir.